Relatório defende que retalhistas da moda devem repensar as suas cadeias de abastecimento

Um relatório publicado recentemente recomenda que os retalhistas e fabricantes do setor da moda adaptem a sua cadeia de abastecimento a este setor com necessidades de procura imprevisíveis, 24 horas por dia, 7 dias por semana.

“Fashion Unleashed: supply chain innovation is everything” é um relatório de Lisa Harrington, Presidente do lharrington group LLC, preparado em colaboração com a DHL. O relatório centra-se na premissa de que os retalhistas e fabricantes do setor da moda estão a reequacionar as suas cadeias de abastecimento em resposta à rápida e constante mudança dos hábitos de compras dos consumidores, muitas vezes imprevisíveis. Essas mudanças estão a ser impulsionadas pela Internet, pelas comunicações móveis e pelo crescente poder de compra, que tornaram a volatilidade e a complexidade a regra, em vez da exceção, no setor de moda.

Canais de vendas fragmentados, procura de serviços escalados, ciclo de vida dos produtos mais curto, o aumento da pressão sobre os custos e as margens, são fatores que criaram grandes desafios à produção, diz o relatório.

Tendo em vista a implementação da adequada rapidez, flexibilidade, tempo de resposta e controlo, o relatório fornece diretrizes que ajudam a compreender esta nova orientação mundial, onde a Internet fez subir os riscos de forma exponencial.

O relatório explica ainda como fornecer serviços a mercados de todo o mundo com uma cadeia de abastecimento ágil para permitir reagir rapidamente a qualquer mudança repentina ou inesperada, suficientemente flexível para a personalização de produtos e tão eficiente que permita proteger as margens.

Para ter acesso ao relatório completo clique aqui.