Remax regista aumento de 16% nas transações

Remax regista aumento de 16% nas transações

A Remax registou um aumento de 16% nas transações realizadas até setembro deste ano, perfazendo as 14 446 comercializações nos primeiros meses do ano. No que diz respeito a receitas, a Remax aumentou a faturação em 25%.

Os arrendamentos mantêm a tendência de aumento, tendo crescido 10% (8 287 transações) face ao volume registado no período homólogo, mas o maior aumento registou-se a nível das vendas. Até setembro foram realizadas 6 159 vendas, o que revela um aumento de 24% relativo ao mesmo período do ano passado.

Os imóveis T2 mantêm-se as tipologias mais pretendidas para arrendar ou comprar, seguidos pelos T3 e T1. A área metropolitana de Lisboa continua a concentrar grande parte dos negócios, com os concelhos de Lisboa, Sintra, Cascais e Oeiras a serem a responsáveis pela maioria das transações.

“A Remax consolidou o crescimento neste último trimestre, o que nos permite continuar otimistas para o final do ano e que será possível cumprir os objetivos para este ano. Estes resultados devem-se ao trabalho e empenho da nossa rede de agentes, que tem um conhecimento profundo do mercado onde atua e aconselha os clientes, sejam proprietários ou compradores, de forma profissional e fundamentada”, refere Beatriz Rubio, CEO da Remax Portugal.