Semana do Empreendedorismo de Lisboa arranca dia 7 de maio

A Câmara Municipal de Lisboa (CML) está a organizar a 1.ª Semana do Empreendedorismo de Lisboa, a decorrer entre 7 e 11 de maio. A cidade será palco de “mais de duas dezenas de iniciativas” de promoção do empreendedorismo. A aposta é clara: “fomentar uma dinâmica conjunta entre a CML e os agentes da economia, empreendedorismo e inovação”. Paulo Soeiro de Carvalho, diretor municipal de Economia e Inovação da CML, não esconde o desejo da autarquia de afirmar a capital como “cidade de referência nos domínios do empreendedorismo e inovação na Europa e no mundo”.

Negócios&Franchising: Qual o grande objetivo da 1.ª Semana do Empreendedorismo de Lisboa?

Paulo Soeiro de Carvalho: Esta iniciativa tem como objetivo envolver todos os parceiros estratégicos que têm vindo a trabalhar com a CML na área do empreendedorismo, abrindo as portas a parcerias futuras nestas áreas.

Pretendemos de forma clara fomentar uma dinâmica conjunta entre a Câmara Municipal e os agentes nas áreas da economia, do empreendedorismo e da inovação.

Temos uma ambição: tornar Lisboa numa cidade de referência nos domínios do empreendedorismo e inovação na Europa e no mundo.

 

N&F: Que ações destacaria como pontos-chave durante os cinco dias do evento?

P.S.C.: Existe um conjunto de iniciativas nas quais a CML tem uma participação direta (realizando-as sozinha ou em parcerias), entre as quais destacaria: a cerimónia entrega das chaves a um conjunto de empresas que estão incubadas na Start Up Lisboa, e que terá a presença do Sr. Presidente da Câmara e do Sr. Secretário de Estado do Empreendedorismo. Nesta sessão será ainda possível ouvir as experiências de algumas destas start ups e a importância decisiva da incubadora que a CML criou em parceria com o Montepio Geral e o IAPMEI nas etapas iniciais destes projetos empresariais.

No dia da abertura iremos realizar um conjunto de iniciativas voltadas para os jovens, as quais e enquadram no programa de Empreendedorismo Jovem que está ser desenvolvido pela CML, em parceria com a Junior Achievement Portugal.

Vamos ainda organizar um Speakers Corner que será instalado próximo do Arco da Rua Augusta e que será uma iniciativa de rua, original, “fora da caixa” e na qual convidaremos todos os lisboetas a participar, lançando ideias para a cidade.

Por fim, no encerramento da semana haverá uma grande surpresa que irá ocorrer na Baixa de Lisboa, seguindo-se um jantar e festa nos Meninos do Rio, para a qual convidamos desde já todos aqueles que queiram celebrar e festejar connosco o espírito empreendedor e esta energia criativa que cada vez mais está presente por toda a cidade de Lisboa.

 

N&F: Como se processa a participação?

P.S.C.: A participação é livre, no entanto, existem algumas iniciativas onde é necessário inscrição prévia. Pode ser consultada a informação no facebook [https://www.facebook.com/semanaempreendedorismodelisboa]

 

N&F: A CML tem mostrado especial atenção ao empreendedorismo. O que é que Lisboa tem vindo a fazer para apoiar esta área?

P.S.C.: A CML tem como meta afirmar Lisboa como uma Cidade Empreendedora e notam-se já resultados desta forte aposta da cidade na área do empreendedorismo. De entre os projetos que têm vindo a ser dinamizados pela CML destacam-se a Abertura da START UP LISBOA – Incubadora de Empresas. Inaugurada no passado dia 2 de fevereiro e que permitirá estimular e apoiar a criação de novas empresas, federando e dinamizando um conjunto alargado de parcerias que possibilitam a oferta de serviços de valor acrescentado às empresas incubadas. Há mais exemplos, como a rede de espaços de incubação de Lisboa; o Fundo FINICIA Lisboa no quadro do programa do IAPMEI para a facilitação de acesso a soluções de financiamento e assistência técnica de criação de empresas; o Programa de Empreendedorismo Jovem de Lisboa que assenta também no desenvolvimento do ensino do empreendedorismo aos mais novos nas escolas do concelho; Espaço de COWORKING e FAB LAB no Mercado do Forno de Tijolo que disponibilizará um novo laboratório de prototipagem rápida ao serviço das empresas de Lisboa, passando a dotar a cidade de mais uma importante ferramenta ao serviço da inovação.

A CML quer contribuir de forma ativa para fazer de Lisboa uma cidade aberta à exploração de novas motivações, experiências, conceitos e inovações. Por isso, temos apoiado e vamos continuar a apoiar, diferentes eventos no domínio do empreendedorismo e da criatividade, entre os quais se destacam o TEDxEdges Lisboa, o Silicon Valley comes to Lisbon e a Sandbox Global Summit que decorreu em janeiro no MUDE em Lisboa e que reuniu mais de 300 jovens empreendedores de todo o mundo.

 

N&F: Para além desse apoio, a autarquia quer afirmar Lisboa como cidade empreendedora. Está perto desse objetivo? O Que falta fazer ou alterar?

P.S.C.: Pensamos que neste momento temos já um conjunto muito amplo e ambicioso de projetos e iniciativas nesta área do empreendedorismo.

Julgamos que a direção está traçada e temos um caminho a percorrer, o qual, em grande parte passará pela expansão das linhas de trabalho que já abrimos.

Neste sentido, apostaremos na abertura de novos espaços de incubação eventualmente com características temáticas ou setoriais e com funções específicas para o desenvolvimento da cidade de Lisboa (privilegiando projetos em parceria, tal como sucedeu com a Start Up Lisboa).

A partir daqui teremos todas as condições para de fortalecer e dinamizar um verdadeiro ecossistema de espaços de incubação e aceleração de empresas em Lisboa.

Vamos igualmente aumentar de forma muito significativa o número de jovens envolvidos em programas de empreendedorismo nas escolas do concelho.

Uma aposta forte para o futuro será a capacidade de internacionalização e afirmação de Lisboa como uma cidade empreendedora. Temos a confiança absoluta que Lisboa reúne um conjunto de atributos para se transformar numa verdadeira Start Up City não apenas a uma escala europeia mas também mundial. Neste sentido, apostaremos fortemente em alguns projetos de elevada visibilidade internacional na área do empreendedorismo e da criatividade.

Diogo Pereira

Gostou deste artigo?

Se pretende ler mais artigos sobre franchising, empreendedorismo e gestão, subscreva a nossa newsletter aqui

(Visited 19 times, 1 visits today)