Spa para bebés também já é negócio

Abriu recentemente no Porto o primeiro Spa para bebés em Portugal. O Spa for Babies é, de acordo com os responsáveis pelo novo conceito de negócio, “um espaço inteiramente dedicado aos mais pequeninos, construído para promover o bem-estar e a saúde do bebé.”

Numa nota enviada às redações, a empresa refere que “as técnicas desenvolvidas são fruto de um profundo conhecimento da ciência e toda a estrutura foi desenhada para estar de acordo com as mais recentes e conceituadas experiências que comprovam os benefícios dos estímulos multissensoriais. O conceito é baseado em investigações relacionadas à primeira infância, e é inspirado em modelos de sucesso criados nos EUA.”

O espaço disponibiliza tratamentos como hidroterapia e massagem, que podem ser importantes no desenvolvimento emocional, cognitivo e social dos bebés.

O espaço foi fundado pela psicóloga Clementina Almeida, que explica que “fora do país, os trabalhos nesta área da estimulação sensorial já são uma rotina presente e acreditamos que o ForBabies tem um papel fundamental para facilitar o acesso dos portugueses a este tipo de informação. Queremos mostrar o melhor caminho para que os bebés consigam atingir todo o seu potencial, com vista no seu crescimento saudável.”

De acordo com a empresa, “estudos científicos revelam que a estimulação dos sentidos dos bebés e as suas repetições promovem e fortalecem a perceção que têm do mundo, provocando melhorias na capacidade de atenção e memória, regulando o sono e a alimentação, fortalecendo os vínculos afetivos e desenvolvendo ainda a capacidade pulmonar e as estruturas do sistema nervoso e motor. A massagem, realizada após o processo na água, tem efeito relaxante, reduzindo os índices de stress e atenuando a hiperatividade dos bebés. Do nascimento até aos 36 meses, os seres humanos aprendem mais e mais rápido do que qualquer outra altura das suas vidas, o que comprova que o investimento na primeira infância é um tema para amplos debates, e que é preciso estar atento à criação de experiências, visando multiplicar as conexões neuronais e desenvolver o cérebro dos bebés, garantindo assim reflexos positivos durante a infância a vida adulta.”