Startup cria app para venda de peças de roupa novas e em segunda mão

Um grupo de cinco jovens brasileiros criou uma aplicação para smartphone que permite vender peças de roupa novas e em segunda mão.

Batizada Vitrina, a startup nasceu depois de quatro meses de estudo de mercado e desenvolvimento do projeto e consegue agora obter uma comissão que varia entre 11% e 17% em cada venda.

 Os lucros conseguidos, dizem os empreendedores, será aplicado numa sede oficial e na contratação de colaboradores.

A aplicação é gratuita e está disponível para iPhone e no Facebook.

Gostou deste artigo?

Se pretende ler mais artigos sobre franchising, empreendedorismo e gestão, subscreva a nossa newsletter aqui