Visa desce taxas em 10 países mas Portugal fica de fora

A Visa Europa baixou as taxas de transações de cartões de pagamento em 10 países da União Europeia tendo deixado de fora Portugal. A APED já fez saber que lamenta que Portugal não seja diretamente afetado por esta medida, visto que as taxas em Portugal são definidas pelos bancos.

Depois de uma advertência da Comissão Europeia, a Visa Europa decidiu baixar as comissões cobradas nas operações transfronteiriças e nas transações efetuadas em 10 países europeus. Nos países em causa (Bélgica, Hungria, Islândia, Itália, Letónia, Luxemburgo, Malta, Holanda e Suécia) as taxas vão baixar para 0,3% nas transações a crédito, o que significa uma descida entre 40% e 60%. Em Portugal, as taxas aplicadas nas transações a crédito variam entre 0,95% e 1,65%.

Para Ana Isabel Trigo Morais, diretora-geral da APED, “embora seja positiva a cedência da Visa perante a UE, é necessário uma ação local decisiva para que a medida tenha impacto nos consumidores portugueses. Portugal continua a ter das taxas mais altas da Europa, que estão a prejudicar fortemente todos os setores de atividade que usam os cartões bancários como meio de pagamento, retirando competitividade à economia nacional.”

Gostou deste artigo?

Se pretende ler mais artigos sobre franchising, empreendedorismo e gestão, subscreva a nossa newsletter aqui