Remax vai ter 100 novas agências no Brasil

RE/MAX regista crescimento no primeiro semestre de 2019

A rede de franchising RE/MAX registou crescimento no primeiro semestre de 2o19, tendo transacionado 31.664 imóveis nos primeiros seis meses do ano. 

A RE/MAX, maior imobiliária a operar em Portugal, transacionou 31.664 imóveis, mais 6,1% do que em período homólogo de 2018 e mais de metade do total de propriedades negociadas em todo o ano passado.

“No segundo semestre continuaremos a registar bons índices de crescimento em todos ou praticamente todos os indicadores económicos: faturação, recrutamento de novos consultores, reforço de equipa, número de transações e partilha das mesmas, volume de preços, produtividade, entre outros. Não temos dúvidas que a rede registará um bom crescimento em 2019, não obstante haver sinais de um abrandamento da atividade do mercado e diferentes níveis de evolução”, antecipa Beatriz Rubio, CEO da RE/MAX. A responsável não demonstra preocupação face à propagada desaceleração do mercado imobiliário, até porque a rede tem vindo a antecipar essa tendência “implementando novos conceitos e uma inovadora abordagem por via do cliente-comprador”. Na verdade, “o crescimento não é, em si, motivo de preocupação, mas não terá garantidamente o mesmo ritmo nas várias regiões do país”, acrescenta Beatriz Rubio.